Tags

Agora sim minha entrega está sendo completa, não estou mais dentro da caverna! Estou vendo o sol e tudo que é iluminado por ele, vejo o mundo com meus próprios olhos e não um mero reflexo. Estou simplificando ao máximo o mito da Caverna de Platão. Mas foi assim que consegui me ver: dentro de uma caverna, vendo apenas os reflexos do mundo em uma caverna. Meu Mestre veio e disse que queria me mostrar um mundo, me disse que ele existia e era real, mas eu duvidei das palavras dele, aquilo não podia ser! Nesse tempo todo lutei contra, fui relutante e teimosa. Fiquei com medo. Para mim, era algo absurdo. Mas lá no fundo eu queria ver, queria entender. Minha curiosidade era tão grande quanto o medo que sentia. Não estava brigando apenas contra meu Mestre, minha briga também era interior. Uma vez ele me disse que as coisas não fariam sentido, mas que tudo uma hora iria se encaixar. Realmente as coisas parecem entrar em um eixo, não foi fácil! Para meu Mestre, a dominação psicológica vem em primeiro lugar, e quando o domínio da mente está completa, ai sim vem a do corpo. Se não for assim, o masoquismo e o sadismo viram um fetiche de apanhar e bater. Sendo o BDSM uma filosofia e um estilo de vida, não podemos reduzi-lo a um mero fetiche. Tive oportunidade de ter um “relacionamento baseado em sessões”, algo que para mim seria muito vazio de sentido. Eu procurava algo poderoso. Encontrei! Dúvidas vieram: será que era isso mesmo? Estou me enganando? Ele está me enganando? Nosso relacionamento começou por uma rede social, e não é difícil encontrar homens que finjam e mintam. Esse foi meu receio. Finalmente as coisas começam a entrar em seus eixos. Meu sonho começa a se tornar realidade. Depois de um grande momento de dúvida, muitas brigas, muita teimosia, finalmente o sol começa a brilhar… ainda frio, mas desponta os primeiros raios!

tumblr_msodi4nfEC1rb2tzro1_500