O Espirito do Swing

Tags

Já falei aqui que resolvi entregar minha coleira. Eu tinha duas opções: chorar e me descabelar ou seguir em frente. Seguir em frente foi a escolha que eu fiz. Como não estou a fim de me envolver com BDSM (pelo menos por enquanto), fui buscar no mundo liberal uma forma de estravasar.

Voltei a frenquentar os sites de swing, deixar recados nos classificados dos sites do Enigma Club, Inner etc… Só desiti do sexlog, mas não faz falta.

Consegui alguns contatos: casais e homens solteiros.

Então tive que peneirar bem. Alguns homens se dizem solteiros, mas não são. dá para perceber que estão mentindo ou omitindo informação, pelo horário que querem sair. Sábado a noite nem pensar, perguntam se você pode sair com ele segunda feira as 16hs da tarde!

Deixo bem claro que não saio com casado que está a fim de pular cerca. Se a mulher não participa, não me interessa.

Homens solteiros sem compromisso são bem vindos!

Eu estava muito a fim de ir novamente ao Clube Enigma, curtir uma balada. É diferente de você sair e ir ao motel com alguém. O que gosto da balada liberal são as possíbilidades. E nessa noite tive muitas possibilidades!

Para curtir o verdadeiro espirito de uma balada liberal, você precisa estar aberto as possibilidades que possam surgir e não ficar limitado. Hoje o swing não se resume a simples troca de casais. Inclui também uma gama de fantasias que você pode realizar.

Estar livre para realizar essas fantasias foi muito importante para mim.

Misturar BDSM com o swing deu um nó em minha linda cabecinha cheia de cachos! Foi muito difícil, porque lá no fundo eu não me sentia praticando BDSM e também não conseguia curtir os momentos no swing. Sei que alguns elementos do BDSM estavam presentes: humilhação, privação de sexo (eu não fazia sexo com ELE), Dominação psicológica. Eu tive apenas uma sessão em que levei algumas cintadas, mas as “sessões de swing” me doeram mais e me deixaram muito mais abalada do que qualquer tapa que eu levasse. Não superei ainda o “você não merece”.

Sei que parece exagero esse meu sofrimento, muitas vezes ELE me disse isso, e que não era para eu ficar triste, que estava correndo tudo bem, e que eu me comportava como ELE desejava. As vezes ELE dizia que eu o fazia paracer um monstro, mas não era essa minha intenção… Eu apenas mostrava o quanto ele era sádico.

Amar foi meu maior pecado e meu maior erro! Não amar e não estar envolvida deixou o swing mais leve (para mim, ok!), foi o que constatei. Não gosto de vomitar regras, mas amar e entregar foram minha ruina. Não vou falar para você, submissa, não se entregar ou não amar seu Dono, só que prara mim não deu certo, só isso. Não estou escrevendo esse blog para contar mentiras.

ENTÃO CYKA! VAI DEIXAR DE ENROLAÇÕA E FALAR O QUE ROLOU ONTEM?

Ok, vou contar mas antes tenho que relatar como conheci meu companheiro de balada, um fofo mestiço oriental de 25 anos! Foi em uma dessas conversas no site Casais Liberais e não teve nada de frescura: “vamos no Enigma sábado?”, “vamos!” então foi! Simples e objetivo.

Punheteiros são um pé no saco: “me manda foto de sua boceta?”, “Quando vou te comer” (Esse é o famoso, punheteiro zumbi).

Foi assim que consegui uma agradável companhia para uma balada liberal.

CYKA, SE TÁ ENROLANDO DE NOVO! CONTA LOGO O QUE ACONTECEU!

Então tá: rolou sexo, muito sexo! De todas as formas.

Estreamos a noite com uma transadinha em uma das cabines, logo que chegamos. Depois um menage com outro cara ( Foi minha primeira vez). Não foi lá assim grande coisa, não acredite em tudo que você vê no redtube! Depois rolou uns pegas com uma garota dentro do corredor escuro, ai um outro cara engatou por trás de mim. Ai quase no mesmo momento apareceu um casal e rolou uma troca (o oriental e eu e o outro casal),  e quando o cara gozou fui “sequestrada” para um outro canto e rolou uma suruba com uns três caras.

Não vou ficar escrevendo conto sobre isso, foi sexo e mais sexo, vou deixar vocês voarem na imaginação.

Foi uma experiência muito divertida!

Dia 20 tem mais!!!

enigma_pista

So esqueci de mencionar: encontrei uma ex colega professora por lá! Foi muito engraçado!

O que estou buscando

Tags

Minha busca no momento é por novas experiências e sensações.

Eu quero fazer tudo aquilo que possa me agradar, abandonar tudo que me deixe chateada.

Não estou em busca de uma nova coleira, de um novo Dono, do príncipe encantado nem do lobo mau. Quero me relacionar com pessoas que possam agregar a minha vida prazeres novos, tanto no BDSM quanto com relação ao sexo.

Podolatria não! Já tive isso de mais em minha vida. E tem outro fator: Eu não gosto.

Não vou brincar com Dominação, não sou dominante, meu negócio é submissão.

Porque não ter coleira?

Muito difícil encontrar pessoas sérias, que realmente queiram viver algo real, por isso vou me preservar, principalmente meu coração que já está tão esbugalhado.

Então o que estou buscando?

Novos caminhos!

tumblr_mgmegpzJba1s1jqtko1_500

Submissa Livre

Tags

post-livre-1

Hoje é assim que eu me sinto!

Deixei minha gaiolinha e vou voar para outros lugares.

Quando somos submissos o prazer está em ter alguém para servir, para amar, para obedecer. Temporariamente estarei impedida de viver esse prazer.

Não é fácil encontrar alguém que desperte o desejo de entrega incondicional. E sinceramente não vou correr atrás, porque não acredito mais.

O BDSM não morreu para mim, mas não estou disposta a entregar minha submissão tão facilmente.

Sem meu SR – Despedida.

Tags

Semana passada tive que tomar uma decisão que cortou meu coração, tive que abrir mão de minha coleira.

Todos nós temos prioridades em nossa vida e eu percebi que no momento eu não estava cabendo na vida Dele, estava ficando de lado. Ele sempre disse que eu era livre para partir, mas por muitas vezes eu continuei porque acreditava nas mudanças. Então eu percebi que essas mudanças não iriam ocorrer em curto prazo ou talvez nunca! Eu estaria sempre ali a disposição, e quando isso acontece… ficamos sempre de lado.

Não posso mudar as pessoas, Ele é o que é e eu sempre vou amá-lo.

Sou grata por tudo que me ensinou, por ter me transformado na submissa que sou hoje.

Agradeço pela paciência que teve comigo.

Me perdoe pelas palavras rudes, e por ser tão teimosa.

Agora meu caminho continua, o blog também continua, minhas aventuras também continuam!

Talvez nos próximos dias tenha alguma para contar!

Bola pra frente!

aseguir-03

 

Wilsoooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooon!

 

16 de Janeiro – Dia Internacional do Fetiche

Tags

Ontem foi o dia Internacional do Fetiche, e teve um lindo evento no Bar da Gata. Ela inaugurou um novo espaço, uma casa para eventos que promete muito nessa ano de 2016.

É muito bom interagir, conhecer pessoa do meio BDSM e fetichistas. Fazer amizade e compartilhar experiências.

FotorCreated

Eu, a coelha!

Apareça lá no Bar da Gata! E vamos nos divertir!

Se não tá colaborando!!

Tags

10313812_1511415582493038_3761893997586548221_n

Tô querendo uma geladeira assim em nossa casa mozão! Mas tu não tá colaborando!!

Uma linda geladeira diferentona:

Que mostra nosso amor bandido.

Com aquela foto nossa no calabouço.

Gela e não faz gelo.

Não precisa descongelar.

Tem pote de sorvete com feijão.

Faz gelo vintage em forma de florzinha para passar no biquinho de meu peito.

Nosso porta retrato master!

Plano de fundo para nosso amor 50 tons de gelo!

Lugar que você me colocou para usar quando quiser!

Mas ai passou a validade e você jogou fora!