O que eu penso sobre 50 tons de cinza

Tags

pizap.com142402688937524

 

Depois que eu descobri que 50 tons é uma fanfic da saga Crepúsculo, desisti de ler. Eu li Crepúsculo porque fiquei bastante curiosa, minhas alunas estavam vidradas no romance e eu fui ver “qual é que era”. Li os três livros… Uma leitura bastante maçante principalmente o terceiro livro da saga.

Ai A E.L. James, que se tornou uma fã dessa saga adolescente de vampiros que brilham como diamantes ao sol e que se casa com uma menina virgem em uma cerimonia deslumbrante, resolveu escrever esse 50 tons.

Então:

Bella é Anastásia

Edward é o Christian

Jacob é o José Rodrigues

Enfim… 50 tons é uma péssima introdução do BDSM para o mundo. Agora as pessoas pensam que BDSM é uma forma de violência e opressão contra a mulher, estão dizendo que 50 tons pode até aumentar a violência domestica.

Muitas coisas eu estou lendo, tanto positivas quanto negativas sobre esse livro/filme. E o que eu tenho a dizer sobre tudo isso é: não vá assistir ao filme achando que é uma relação que pode ser real, porque não é. Eu não perdi tempo lendo 50 tons, mas pela descrição dos personagens já tive uma ideia de que eles são retratados como pessoas perturbadas… Não é uma relação sadia e consensual.

Também penso que uma garota virgem de 20 anos não irá aceitar tão facilmente práticas tão incomuns. Uma garota que se “guarda” virginalmente para seu príncipe encantado não é uma mulher com “espirito liberal”, ela é conservadora. Então irá praticar BDSM? Penso que não.

Assim se você mulher adulta e bem resolvida quer praticar BDSM, porque somente pessoas bem resolvidas poderão fazê-lo de forma saudável, vá com calma e leia muito. Procure se informar sobre práticas e principalmente conheça as pessoas, nem todos são o que dizem ser. Cada praticante em cada parte do mundo tem uma peculiaridade, mas existe algo que serve para todos em qualquer lugar: ÉTICA.

São Seguro e Consensual – SSC

O que Madonna – Diva – Falou sobre 50 tons de Cinza:

Sim, eu li. É subliteratura. Não é muito sexy, talvez para alguém que nunca fez sexo na vida. Eu fiquei esperando por algo excitante e louco acontecer naquele tal quarto de jogos, e fiquei tipo ‘hmmm muitas palmadas’. Eu também pensei ‘Isso é tão surreal porque nenhum cara faz tanto sexo oral assim numa garota’. Desculpa mas ninguém chupa tanta buceta assim, que nem o cara do livro.
Personagens_Cinquenta_Tons_de_Cinza_e_Crep_sculo

Madonna é Madonna… Preciso dizer mais alguma coisa?

revista-gigante-madonna-sex-editora-primus-ltda-14603-MLB4559595500_062013-F

50 Tons de cinza é um livrinho daqueles que vende em bancas… Sabrina, Claudia ou algo assim, com histórias melosas. Só que 50 tons recebeu um raio gourmetizador e ficou fashion!

Sentimentos

Tags

tumblr_static_tumblr_static_dukpp4zs9ao8wcwk0kwskw4kc_640

 

Dizem que nossas escolhas não são nossas, elas são impostas.

Eu escolhi abrir mão do amor e da paixão que sentia, não foram escolhas minhas.

Eu escolhi não ser assim tão intensa em meus sentimentos, não foi uma escolha minha.

Ser apaixonada e intensa era o que eu achava que esperavam de mim. Mas ninguém espera isso de ninguém, principalmente se não vai retribuir da mesma forma.

A unica certeza que tenho é que esses sentimentos estavam atrapalhando minha vida. Não foi falta de aviso, muitas pessoas me alertaram para esses meus sentimentos. Mas eu achava que minha essência não deveria ser abandonada, que eu deveria ser verdadeira. Eu não devo ser tão verdadeira se desejo ser feliz. Estou dizendo “EU” porque isso não é uma regra que quero passar para todos. Desconheço verdades absolutas. E não! Esse texto não é para você se identificar, minhas verdades são só minhas, encontre as suas!

 

Realidade X Fantasia

Tags

literatura-erótica-660x350

Nossa vida não é um livro de história barata de amor, daquele tipo que vinha no sabonete lux luxo na década de 80. A leitura era horrível, por dois motivos: a história era ruim e o cheiro do sabonete impregnado nas páginas do livro grudava na boca, no nariz e na alma! Juro que tentei ler, tentei mesmo! Era um livro e eu amava livros. Mas o Sidney Sheldon da biblioteca era melhor, pelo menos não tinha cheiro de sabonete. Minha vida é como outra qualquer, o que diferencia é o fato de ter um Dono e não um namorado. Abri mão de uma vida sexual convencional e por muito tempo vou ter que abrir mão de qualquer prazer sexual. Mas é inegável que eu uma mulher submissa praticante de BDSM, também suspire ao ler um conto erótico BDSM, como uma mulher baunilha suspira ao ler um livrinho de erotismo barato ou um 50 tons. Aquelas cenas de tortura, tapas na cara e outras partes são excitantes. São excitantes porque não são reais. É como em um filme: Alguém já retratou uma cena de sexo verdadeira nas telas? A realidade é muito diferente. A realidade não é bonita e nem romântica. Por isso eu parei de ler contos de internet e até de escrevê-los, eu cinto como quem engana e ludibria, deixo isso para os fortes! Uma vez escrevi um conto sobre fazer sexo oral em uma roda gigante. É possível fazer isso? Não sei… Alguns até podem pensar que isso foi real, que vivi isso. Mas não foi bem assim, só imaginei e pronto. Eu não costumo fazer esse tipo de história com muita freqüência, eu não consigo ser tão imaginativa. Eu devo ser uma pessoa muito chata! Ou muito cética… Até para amar.

literatura+erotica+madrid+placeres+de+lola

As crônicas rebeldes

Tags

Hoje eu sou mais crônica do que poesia.

A própria vida é formada de pequenas crônicas a serem vividas.

Poesia é para apaixonados.

Crônicas para os realistas – o que não significa falta de sentimentos.

E eu não estou falando de romantismo. Romantismo tem mais haver com tuberculose.

Poeticamente poderia florear como estou aqui agora, mas a crônica me impede!

Eu estou sentada em uma cama por fazer, com um vestido – que hoje está velho – e foi comprado em uma rua com nome de um judeu importante em uma loja de coreanos. Estou escrevendo em um caderno com a foto de capa do Justin Bieber que minha sobrinha deixou por aqui, e meu cabelo lambuzado de óleo para ser lavado em um maravilhoso tanque de água fresquinha.

Romântico não é mesmo? Só faltou a tuberculose.

Crônica é isso, ou eu penso que é…

Coitado de você leitor, depois dessa minha descrição vai querer furar os olhos. Mas pensem bem: eu poderia escrever mais um poema, exalando amor e dor, daquele tipo que iria lhe arrancar uma lágrima de tão ruim que é. Mas não, eu estou aqui escrevendo essa crônica, tentando ser engraçadinha, mas bem lá no fundo bastante ordinária.

 foto_1237

 

Monstros

Tags

O período da manhã é o pior. Eu acordo e fico me culpando por tudo que aconteceu. Fico imaginando qual rumo daria a minha vida sem Ele.

Eu sei que minhas dúvidas não são o fim do mundo, é normal ter medo. Por outro lado se eu não me livrar dessas duvidas e driblar o medo nunca vou conseguir me entregar. Se eu tivesse escondido dentro de mim, não estaria sofrendo as conseqüências hoje. Tudo estaria indo como sempre foi, era só fazer um pouco de teatro, fingir que estava tudo bem e ir levando… Mas que vida é essa? Eu desejo me entregar de verdade! Sem nenhuma dúvida ou receio, quero experimentar o verdadeiro sabor do BDSM, sem o gosto metálico da angustia. Coleira, cerimônia e sessões serão as conseqüências de minha entrega verdadeira.

 Eu me imagino em um barco no meio do oceano. Dúvida e Medo são dois monstros marinhos que me assombram, eles são fortes e tentam a todo custo virar meu barco e me engolir. Ninguém pode vir ao meu socorro, meus monstros eu terei que encarar sozinha.

 kraken_vs_leviathan_by_thrantantra

 

Meu Mestre, Meu amor eterno e minha gratidão.

Tags

Foram dois anos de muitos passos avançados rumo ao meu aprendizado como submissa, mas nesse final de ano dei muitos passos para trás.

Duvidei de sua integridade.

Duvidei de sua capacidade como Mestre.

Duvidei de minha própria capacidade como submissa.

Nem tudo em uma relação – de qualquer tipo – são flores. E minha relação como o meu Mestre não seria diferente. Ele é muito exigente e quer de mim a perfeição ou quase. Isso é muito perturbador. Eu me nego a ser conduzida de olhos vendados por um caminho que desconheço, mesmo sabendo que isso é necessário e faz parte de um jogo que eu aceitei entrar. Ele disse: “Você deve confiar em mim, mesmo as coisas não fazendo sentido, confie.” Eu pensei: “Tudo bem, será fácil. Ele vai me conduzir, vai me treinar, faremos sessões e vou escrever sobre isso em meu blog. Farei poemas dedicados ao meu SR e Mestre e todos vão ver o quanto seu feliz.”

Eu me enganei: para meu Mestre ser submissa e ser a “sua submissa” vai muito além… Vai muito além de minha própria compreensão.

Mas Ele não espera que eu compreenda, Ele espera que eu obedeça.

Meus erros foram muitos:

Não confiei.

Não me entreguei completamente.

Ele diz que a relação BDSM só vai depender de mim. Depende de que eu compreenda a simplicidade das coisas. E quando o que te rodeia parece ser simples de mais, dá impressão de que tem algo errado e você começa a tentar entender o que está errado.

O medo envenena e coroe o coração.

Não estamos nos falando, ele me deu um tempo para pensar e refletir sobre o que eu quero.

As coisas poderiam ter sido mais fáceis se eu tivesse encarado tudo com mais simplicidade. Infelizmente os desejos explodem e saem do nosso controle. O desejo de estar nos braços Dele, de sentir seu cheiro, sua pele, conversar olhando nos olhos… Das marcas de seu chicote.

Hoje eu sei que isso está mais distante de ser alcançado.

Perdi seu afeto.

Perdi sua confiança.

Pode ser que Ele chegue à conclusão de que sou um caso perdido, que não vale mais a pena. Para mim só ficará a certeza do quanto eu aprendi, e que se hoje sou a submissa que sou, devo tudo a Ele, O meu Mestre.foto_0835